6.23.2018

Juiz Marco Aurélio Mello diz que prisão de Lula viola a Constituição

Jornal do Brasil

Marco Aurélio Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal, disse, em entrevista concedida a uma emissora de televisão portuguesa, que a prisão do ex-presidente Lula viola a Constituição. 
"Processo, para mim, tem unicamente conteúdo. Eu não concebo, tendo em conta minha formação jurídica, minha experiência judicante, não concebo essa espécie de execução", comentou Marco Aurélio.
O ministro defendeu que a prisão antes do julgamento do último recurso viola a Constituição. Diz que "ninguém será culpado antes do trânsito em julgado". 
"Imagina-se no campo da liberdade a execução provisória? Ninguém devolve ao cidadão a liberdade perdida", completou o magistrado.
Fachin
Companheiro de Marco Aurélio no STF, Edson Fachin rejeitou, ontem (22), pedido protocolado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para aguardar em liberdade o julgamento de mais um recurso contra a condenação na Operação Lava Jato. Com a decisão, o caso não será julgado na próxima terça-feira (26) pela Segunda Turma da Corte, e Lula continuará preso. 
A decisão do ministro foi tomada após a vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF 4), Maria de Fátima Freitas Labarrère, rejeitar pedido para que a condenação a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex em Guarujá (SP), um dos processos da operação, fosse analisado pela Corte. 
Com Agência Brasil

ARAGÃO CONDENA CHICANA DE FACHIN CONTRA LULA

Vergonha Jurídica

6.22.2018

Maia, Temer e Aécio fazem reunião na madrugada

Em encontro fora da agenda na noite/madrugada desta quinta, Michel Temer recebeu de forma quase clandestina Aécio Neves (PSDB) e Rodrigo Maia (DEM) na residência oficial; Aécio, praticamente banido da vida pública do país, foi o grande impulsionador das articulações iniciais do golpe de 2016 -Temer tem uma dívida de gratidão com ele; Maia, pré-candidato à Presidência, mas que vem negociando o apoio de seu partido ora a Ciro ora a Alckmin, foi o condutor das antirreformas do golpe no Congresso

247 – Em encontro fora da agenda na noite/madrugada desta quinta, Michel Temer recebeu de forma quase clandestina Aécio Neves (PSDB) e Rodrigo Maia (DEM) na residência oficial. Aécio, praticamente banido da vida pública do país, foi o grande impulsionador das articulações iniciais do golpe de 2016 -Temer tem uma dívida de gratidão com ele. Maia, pré-candidato à Presidência, mas que vem negociando o apoio de seu partido ora a Ciro ora a Alckmin, foi o condutor das antirreformas do golpe no Congresso.
O jornalista Rodrigo Vianna anotou em seu perfil no twitter: “Encontro furtivo na noite de Brasília. Fora da agenda, às escondidas, odiado Temer se encontra com Maia (DEM) e Aecio ‘tem que ser um que a gente mata’ Neves (PSDB). Trataram de alianças? De matar Alckmin para lançar Doria? Ou mais golpe? Coisa boa não foi…”


Procurado depois que o encontro foi descoberto, o Planalto afirmou que tratou-se de uma reunião “normal”
O governo Temer é aprovado por apenas 3% dos brasileiros, conforme pesquisa Datafolha divulgada no último dia 10. Segundo o levantamento, 82% consideram o governo Temer ruim ou péssimo. Outros 14%, consideram regular a gestão do golpe.

6.21.2018

Capa da ‘Time’ mostra criança chorando diante de um Trump insensível



 

A revista Time, dos Estados Unidos,  publicou a imagem de uma criança chorando diante de um Donald Trump insensível.  O presidente dos Estados Unidos iniciou uma brutal ofensiva contra os imigrantes, principalmente latino-americanos, entre eles, brasileiros. A legenda “Welcome to America” (Bem vindo à América) retrata a postura crítica do veículo com a política de Trump de “tolerância zero” aos imigrantes.
Para os imigrantes indocumentados, o governo realiza a imediata deportação e separa as crianças de seus pais. O que já levou mais de 2 mil crianças a ficarem em abrigos precários, que mais parecem jaulas, separadas das suas famílias.
*Reprodução Time Getty Image