9.29.2016

Moro descobre que Lula dois pares de sapatos importados da itália e procura notas fiscais, suspeita-se que foi doação de uma empreiteira.

Moro investiga palestras de Lula e decreta sigilo na planilha da Odebrecht

Ao mesmo tempo em que abre uma nova frente contra o ex-presidente Lula, em que a Lava Jato rastreia valores movimentados pela empresa de palestras LILS, o juiz Sérgio Moro decretou sigilo do inquérito que investiga a planilha da Odebrecht; o documento aponta pagamentos de propina pela empreiteira em diversas obras dos governos federal, estaduais e municipais, e a diferentes partidos, como PT, PMDB e PSDB; no caso do Metrô de São Paulo, do governo Geraldo Alckmin (PSDB), foram observados vários codinomes, como Santo e Careca; Moro afirma que novos mandados podem ser cumpridos contra terceiros e a divulgação dos autos poderia comprometer a investigação 
nota urgente: 
Em depoimento a dona Dona Mariza afirma que os pedalinhos ela comprou na Ricardo Eletro e o barquinho na Casa Bahia, tudo em dez vezes sem juros e não houve sobrepreço.

Moro quer ainda enquadrar o Lula em fraude em falsificação de marcas, pois encontrou 10 camisas La Coste vermelhas, que foram compradas na 24 de março sem notas fiscais.

Um comentário:

Antonio Celso da Costa Brandão Brandão disse...

Em depoimento a dona Dona Mariza afirma que os pedalinhos ela comprou na Ricardo Eletro e o barquinho na Casa Bahia, tudo em dez vezes sem juros e não houve sobrepreço.
Moro quer ainda enquadrar o Lula em fraude em falsificação de marcas, pois encontrou 1o camisas La Coste vermelhas, que foram compradas na 24 de março sem notas fiscais.