10.01.2016

Haddad cresce e aparece em segundo no Datafolha

PAULO PINTO Coincidência ou não, o Datafolha mostrou um Fernando Haddad competitivo apenas na última pesquisa da sucessão municipal, assim como na disputa de 2012; de acordo com o levantamento que acaba de ser divulgado, ele aparece com 16% dos votos válidos, empatado com Celso Russomano, do PRB, e dois pontos à frente de Marta Suplicy; um dos três irá enfrentar João Doria, que desponta com 44% dos votos válidos; "Haddad será prefeito mais uma vez", disse neste sábado o ex-presidente Lula; Haddad pode ser beneficiado pelo "voto útil" do eleitor de Luiza Erundina, que tem 5%

O atual prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, do PT, parece ser o nome mais cotado para disputar o segundo turno em São Paulo, contra João Doria, do PSDB.
 
De acordo com o levantamento Datafolha que acaba de ser divulgado, ele aparece com 16% dos votos válidos, empatado com Celso Russomano, do PRB, e dois pontos à frente de Marta Suplicy, que tem 14%.
 
Um dos três irá enfrentar João Doria, que desponta com 44% dos votos válidos.
 
"Haddad será prefeito mais uma vez", disse neste sábado o ex-presidente Lula.
 
Coincidência ou não, Haddad despontou como um candidato competitivo apenas na última pesquisa Datafolha, assim como ocorreu em 2012.

Um dos fatores que pode beneficiar Haddad é o "voto útil", que poderia migrar de Luiza Erundina, do Psol, que tem 5%, ao atual prefeito.

Nas simulações de segundo turno, o tucano agora venceria os três oponentes. Doria teria 54% contra 25% de Russomanno, 54% contra 29% de Marta e 59% contra 26% de Haddad.

Um comentário:

Antonio Celso da Costa Brandão Brandão disse...

É simplesmente incrível que os paulistanos possam eleger o almofadinha Doria do PSDB. Quando São Paulo vai se livrar do câncer do PSDB