7.23.2010

COLÍRIO: COMO APLICAR CORRETAMENTE


Pacientes com doenças crônicas, como o Glaucoma, devem ser ensinados a aplicar de maneira correta o colírio para aumentar a qualidade do tratamento, concluiu pesquisa do Departamento de Oftalmologia da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina (Unifesp/Epm).

O estudo, realizado com 40 pacientes portadores de glaucoma, constatou que 24 deles (60%) não instilam o colírio adequadamente, enquanto 16 pacientes (40%) instilam de modo correto. Entre os pacientes que possuíam acompanhante, todos tiveram aproveitamento de 100% na instilação.
Outro fator importante levantado pelo estudo da UNIFESP/EPM é o ardor, a dor ou a irritação ocular produzidos por alguns colírios ao serem aplicados, o que contribui para a instilação incorreta.
Cerca de 65% dos pacientes ouvidos relataram esta queixa e a maioria teve a instilação prejudicada.“A utilização inadequada de colírios, além de prejudicar a terapêutica anti-glaucomatosa, eleva os custos, o que limita ainda mais a aderência ao tratamento”,

“É necessário que o médico e paciente conversem e cheguem a um consenso quanto ao tratamento adequado, já que, em alguns casos, não há incentivo familiar que ajude o paciente a seguir a prescrição do especialista.

Como aplicar o Cólirio:

• Lave as mãos antes da aplicação do colírio e evite tocar a ponta do frasco aberto.

• Não deixe o colírio encostar no olho, nos cílios ou nas pálpebras.

• Fique com os olhos abertos, olhe para cima, puxe suavemente a pálpebrainferior e pingue uma gota do colírio.

• Quando estiver usando o colírio, tente firmar a mão sobre a parte superiordo nariz. Isso pode auxiliá-lo na aplicação correta.

• Após a aplicação do colírio, deve-se manter os olhos fechados e comprimir com o dedo indicador o canto interno do olho por cerca de 1 minuto. Esta éuma das maneiras de reduzir os efeitos colaterais do medicamento no organismo.

• Se estiver usando dois ou mais tipos de colírio, espere por 10 minutos antes de aplicar a próxima gota.

• O uso correto do colírio vai diminuir a quantidade da droga que é absorvidade maneira indesejável para a corrente sanguínea.

• Nunca use remédio ou colírio sem a prévia aprovação do médico.

• A aplicação de uma gota por vez em cada olho é suficiente.

• Cada um dos medicamentos utilizados como colírio no tratamento de glaucoma pode ter efeitos colaterais sérios ou praticamente imperceptíveis. Podem promover por exemplo, ardor, olho vermelho ou irritação ocular. Alguns colírios são absorvidos na correntes sangüínea e podem interferir na freqüência cardíaca, na pressão sangüínea, na respiração e até nas funções mentais.

• Os efeitos colaterais dos colírios podem fazer com que o paciente deixe deseguir o tratamento prescrito. Daí a importância de seguir o método corretode aplicação, comunicando possíveis alterações físicas ao oftalmologista.

APLIQUE CORRETAMENTE O COLÍRIO

Na consulta com o seu oftalmologista, não esqueça de pedir a ele que ensine a aplicar o medicamento de maneira correta. Esse procedimento ajuda bastante no tratamento do Glaucoma.

Fonte:Associação Brasileira dos Portadores de Glaucoma Seus Amigos e Familiares

2 comentários:

andreza disse...

Antonio Celso, vc tem a referência desse estudo ara que eu possa conhecê-lo mais a fundo e a seus autores? Obrigada, Andreza

Antonio Celso da Costa Brandão Brandão disse...

Como pingar colírios de forma correta?
Você sabe como pingar os colírios de forma certa?
O uso correto dos colírios é fundamental para evitar desperdícios e obter o efeito desejado dos medicamentos. Pode parecer simples, mas na verdade, grande parte das pessoas não sabem pingar os colírios de forma correta.
Quando você pinga uma gota de colírio no olho, parte do colírio escorre para fora, parte evapora e só uma parte é absorvida pelo olho e vai fazer a função desejada.
Especialmente, se o colírio que você usa é para abaixar a pressão do olho (glaucoma) ou para combater uma infecção (conjuntivite por exemplo) isso pode fazer a diferença para obter a cura da doença.
Vamos a algumas dicas de como pingar os colírios:
Andreza este trabalho foi retirado da Associação Brasileira dos Portadores de Glaucoma Seus Amigos e Familiares; Mesma fonte deste ai:

- Em geral, só devemos pingar uma gota de cada vez (a não ser que seu médico tenha orientado o contrário). O nosso olho só tem capacidade para o volume de líquido correspondente a uma gota. Mais do que 1 gota, provavelmente vai escorrer e não será aproveitado, gerando desperdício de dinheiro.
- O colírio deve ser pingado no "fundo de saco inferior", que é a "bolsinha" que se forma ao puxarmos a pálpebra inferior para baixo e para frente.
- Pingar os colírios deitado é mais fácil do que faze-lo sentado ou em pé. Se for pingar sentado, incline a cabeça para trás na hora de pingar o colírio.
- Depois de pingar o colírio, feche os olhos e aperte o canto do olho próximo ao nariz. Assim, você mantém o colírio por mais tempo em contato com o olho e diminui a quantidade de medicamento que passa para a corrente sanguínea, evitando assim os possíveis efeitos colaterais dos medicamentos.
- Se o seu médico prescreveu mais de um colírio, não pingue eles juntos. Se o horário de pingar os colírios coincidir, dê pelo menos 15 minutos de intervalo entre um colírio e outro
- Evite encostar o frasco do colírio no olho.
- Não compartilhe colírios com outras pessoas. Cada pessoa deve usar um frasco de colírio diferente, para evitar transmitir infecções
- Tampe os colírios e mantenha-os em local fresco e arejado. Somente alguns colírios devem ser guardados na geladeira. Se isso for necessário, estará escrito na bula. Se não estiver escrito na bula, é porque não precisa.
- Se o colírio caiu fora do olho, pingue outra gota. É melhor ter 2 gotas do que não ter nenhuma.
- Agite o colírio antes de pinga-lo no olho. O medicamente pode estar na forma de suspensão, e se não for agitado pode não fazer o efeito desejado.
- Siga corretamente a frequência de uso dos colírios prescritos
pelo seu oftalmologista e evite a automedicação!
Se você usa colírios para glaucoma, então leia esse texto abaixo e saiba mais sobre essa doença
http://www.medicodeolhos.com.br/2010/05/tratamento-do-glaucoma.html