11.02.2011

Pregnenolona: Equilíbrio Hormonal - indicações

 Pregnenolone 100 mg, 100 capsules
Pregnenolona é um hormônio bioquímico. Ele é feito diretamente a partir do colesterol dentro da mitocôndria das glândulas supra-renais e, em menor grau, do sistema nervoso, com a ajuda do colesterol enzima de clivagem da cadeia lateral, p450scc.
Pregnenolona é um precursor de vários hormônios, como a progesterona, mineralocorticóides, glicocorticóides, androgênios e estrogênios. Para que ele possa ajudar o corpo a manter os níveis hormonais normais, que por sua vez ajuda o corpo numerosos em numerosas funções.
 A perda gradual da capacidade cognitiva e velocidade de processamento cerebral acometem mais de 80% das pessoas que ultrapassaram os 30 anos de idade. Um grande número de evidências científicas demonstra, de forma clara, que a queda de desempenho cerebral não é um fato irrevogável, podendo ter o seu curso modificado. Dentro deste contexto, insere-se a Pregnenolona, um dos mais importantes hormônios do corpo humano e essencial em qualquer faixa etária. A Pregnenolona é produzida nas mitocôndrias, cérebro e supra-renais num total de 14 a 17mg/dia, sendo o mais abundante hormônio presente no cérebro. Ela sofre um rápido e cumulativo declínio a partir dos 30 anos de idade, sendo que, após 60 anos a maioria das pessoas não consegue produzir mais do que 25% da quantidade necessária às suas necessidades metabólicas. O uso da Pregnenolona é baseado em critérios essencialmente clínicos: baixos níveis de energia, fadiga crônica, alterações do humor e diminuição da capacidade de memória. Vale ressaltar que existem, além do próprio fato de estarmos envelhecendo, outros fatores que podem reduzir as concentrações de Pregnenolona no nosso cérebro, dentre elas: a redução dos níveis de colesterol, o uso de drogas redutoras do colesterol, principalmente as chamadas estatinas, depressão, uso de benzodiazepínicos, stress crônico e lesões medulares. A combinação da Pregnenolona e os demais constituintes desta formulação promovem a redução dos danos causados pelos radicais livres às membranas externas e internas dos nervos das células, prevenção de lesão cerebral e melhoria significativa das funções cognitivas e elevação da capacidade de memória. Indicações • Equilíbrio entre excitação e inibição do sistema nervoso central
• Aumento da resistência ao stress
• Aumento da capacidade física e mental
• Aceleração da velocidade de transmissão do impulso nervoso
• Aumento da interconectividade neuronal
• Elevação da capacidade de memória
• Redução da sensibilidade à dor e redução da resposta inflamatória
• Aumento da neurogênese no hipocampo
• Aumento da proliferação celular no giro dentado, região do cérebro onde as células precursoras se diferenciam em neurônios.
• Prevenção de doenças neurodegenerativas

3 comentários:

Unknown disse...

Olá Antônio, seria então indicado o uso para sintomas de menopausa e fadiga adrenal?
Obrigada!

Antonio Celso da Costa Brandão disse...

Querida Marta Anita
Você deve consultar um médico especialista antes de usar este produto, se tiver uma história familiar de câncer de mama, câncer de próstata ou outras doenças sensíveis a este hormônio. Não tome este produto se você tiver um histórico de convulsões,converse com seu médico.
Estas avaliações científicas são para fins informativo.
Boa sorte.
Antonio Brandão

Unknown disse...

É bom para foco e concentração no trabalho ???