8.14.2014

"Nós éramos mais do que políticos amigos, nós éramos companheiros"


Foi assim que Lula, emocionado, definiu a relação com Eduardo Campos, na tarde de hoje, ao conversar com a imprensa no Instituto Lula. O ex-presidente explicou que não teve condições de falar sobre o assunto ontem e declarou: "O que a gente pode fazer pelo Eduardo é ter seu comportamento e sua vida política como exemplo".

Ouça à íntegra da declaração: http://bit.ly/1pc5qoX

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

3 comentários:

Emanoel Victor disse...

Muito bom os seus textos. Você poderia fazer um sobre a importância da radioatividade para área farmaceutica?

Antonio Celso da Costa Brandão Brandão disse...

Victor não entendi a ironia,mas para seu conhecimento "Boaspraticasfarmacêuticas" publica assuntos sobre política, sociedade, medicina, farmácia, saúde, cidadania e tudo que eu achar importante, hoje temos 379 seguidores no Blog (4.864.504 visualizações da página) sem contabilizar os seguidores do twiter,portanto não tenho que reclamar da nossa assistência.
Ab.
Brandão

Antonio Celso da Costa Brandão Brandão disse...

Aplicações da Energia Nuclear: Indústria
Usos na indústria
A indústria é uma das maiores usuárias das técnicas nucleares no Brasil, respondendo por cerca de 30% das licenças para utilização de fontes radioativas.
Elas são empregadas principalmente para a melhoria da qualidade dos processos nos mais diversos setores industriais. As principais aplicações são na medição de espessuras e de vazões de líquidos, bem como no controle da qualidade de junções de peças metálicas.
As fontes mais utilizadas são o cobalto-60, o irídio-192, o césio-137 e o amerício-241. A facilidade de penetração da radiação em diversos materiais, bem como a variação de sua atenuação com a densidade do meio que atravessa, tornam seu uso conveniente em medidores de nível, espessura e umidade. Na indústria de papel, esses medidores são utilizados para garantir que todas as folhas tenham a mesma espessura (padrão de gramatura), para atender às exigências de qualidade do mercado mundial, enquanto, na indústria de bebidas, a radiação é usada para controle de enchimento de vasilhames.
Outro uso importante das radiações nucleares está na aplicação de traçadores radioativos. Nesse método, uma substância com material radioativo é injetada em um meio, e é feito um acompanhamento de seu comportamento nos processos que se deseja observar. Traçadores radioativos também têm sido cada vez mais utilizados para detectar problemas de vazamentos e mau funcionamento em grandes plantas da indústria química, permitindo economia de tempo e de dinheiro.
Na exploração de petróleo, fontes de nêutrons são utilizadas em processos para determinar o perfil do solo, enquanto outras podem auxiliar a distinguir, nesse processo, a quantidade de água, gás e óleo existentes no material extraído, facilitando e barateando o processo de exploração.
Cada vez mais utilizados, os irradiadores industriais são instalações com compartimentos onde o material a ser tratado é exposto à radiação que irá matar bactérias e microrganismos, podendo ser usado como um processo de esterilização. Existem no mundo hoje cerca de 160 irradiadores industriais funcionando, sendo seis no Brasil. Essas instalações são utilizadas para irradiar e esterilizar materiais cirúrgicos, remédios, alimentos, materiais de valor histórico etc.
O cobalto-60 é o material mais utilizado como fonte de radiação. A exposição à radiação gama não contamina os materiais irradiados nem os transforma em materiais radioativos. Portanto, ao cessar o processo, não existe mais radiação nos materiais. Leva grande vantagem sobre substâncias químicas que são, às vezes, usadas para o mesmo fim e que deixam resíduos tóxicos. Também leva vantagem sobre a esterilização com calor – na qual os materiais são submetidos a altas temperaturas –, uma vez que a técnica permite a irradiação de materiais plásticos, como seringas e fios cirúrgicos, sem afetar sua integridade.
Nos alimentos para consumo humano, a radiação gama elimina microrganismos patogênicos, como a Salmonella typhimurium. A irradiação de frutas, além de suprimir infestações indesejadas, eleva a vida útil do produto e aumenta o tempo para seu consumo, ao contrário da desinfecção com calor, que acelera o processo de amadurecimento.
s são soltos na região infestada, diminuindo a população ao afetar sua capacidade de reprodução.